Total de visualizações de página

Loading...

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Documentário RETRATOS é selecionado para Festival em Portugal e convidado para Festival na Espanha

O documentário “Retratos”, dos ex-alunos de Jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco Rafael Negrão e Léo Tabosa, atual assessor cultural da Unicap,  foi selecionado para integrar a sessão competitiva da segunda edição do FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, que se realizará entre os dias 26 de abril a 1º de maio, no cinema São Jorge, em Lisboa, Portugal. O documentário, produzido como trabalho de conclusão de curso, teve a orientação do Prof. Dr. Alexandre Figueirôa.
O FESTin-Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa tem como missão a difusão e o desenvolvimento do cinema nos países de língua portuguesa, reconhecendo o estado assimétrico da arte em cada um deles, porém valorizando as origens históricas e culturais dos países, além do fortalecimento e ampliação dos vínculos existentes.
Propõe discutir o futuro do cinema e a sua contribuição como linguagem artística – através de filmes e vídeos – para a compreensão e a prática dos direitos humanos, da cidadania e da inclusão social. Os encontros realizados paralelamente à mostra cinematográfica procuram, desde a sua primeira edição, aproximar realizadores experientes a futuros cineastas e interessados nessa linguagem artística.
Através do FESTin procura-se, ainda, a promoção e o estímulo das artes audio-visuais através do intercâmbio cultural, de modo que sejam celebrados encontros entre as diferentes expressões dos países lusófonos. Durante o festival serão realizadas oficinas no mesmo espaço do evento, mesas-redondas, seminários, além de outras opções de lazer e cultura para os participantes.
“Retratos” foi convidado também para participar do 3º Festival Internacional de Cine Invisible de Bilbao. A organização do Festival Invisible assistiu ao documentário no Festival del Nuevo Cine Latinoamericano em La Habana (Cuba) e convidou o filme para fazer parte da sua programação.
O Festival Internacional de Cine Invisible “Filme Sozialak” de Bilbao  (País Vasco, Espanha) nasce  com o objetivo de oferecer um espaço para as criações em formato digital e aos filmes que são invisíveis, marginalizados ou censurados em seus países de origem ou no estrangeiro por causa de temáticas polêmicas ou exigências do mercado. Obras de cunho social que tratam de questões de gênero, mulher, direitos humanos, justiça social, meio ambiente, cultura… e que estão buscando espaços alternativos para exibição.

FESTIVAIS QUE JÁ PARTICIPOU
III Mostra Pernambuco de Curtas e Longas-Metragens do Cine-PE (Recife)
Festival de Cinema da Cidade de Nova Iguaçu – Iguacine (Rio de Janeiro)
Festival de Jericoacoara – Cinema Digital (Ceará) – Premiado: Melhor Documentário
Festival Internacional do Cine Pobre (México)
Focus-Brazil Vídeo Fest (Fort Lauderdale – Flórida) – Premiado: Best Video e Best Direction
Curta Taquary – Festival de Cinema de Taquaritinga do Norte (Taquaritinga -  PE)
Mostra Audiovisual Fazendo Gênero 9  (Florianópolis – SC)4° Curta Cabo Frio – Festival de Cinema de Cabo Frio (Cabo Frio – RJ)I Festival de Cinema de Rio Bonito (Rio Bonito – RJ) Premiado: Melhor Documentário
15º Festival Brasileiro de Cinema Universitário (São Paulo – SP)
2º Curta Neblina – Festival Latino Americano de Cinema (Paranapiacaba – SP)
Close – Festival Nacional de Cinema da Diversidade Sexual (Porto Alegre – RS)
Mostra Internacional do Primeiro Filme (Timbaúba – PE)
II Cine Congo – Festival de Cinema do Congo (Congo – PB)
6 Festival Aruanda do Audiovisual Brasileiro (João Pessoa – PB)
7º CineFest Votorantim (Votorantim – SP)
32 Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano (Habana – Cuba)
II Curta Carajás Festival de Cinema ( Carajás – Pará)
12º Festival de Vídeo de Pernambuco ( Recife – PE)

PRÊMIOS
2010 Best Video and Best Direction (Retratos), Focus Brazil Video Fest – Fort Lauderdale – Flórida – EE.UU.A.
2010 Melhor Documentário (Retratos), Festival de Cinema Digital de Jericoacoara – Ceará
2010 Melhor Documentário (Retratos), I Festival de Cinema de Rio Bonito (Cine Riba) – Rio de Janeiro

                                           
Leo Tabosa e a documentarista Aurora Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário